RedHatter convicto

Estou de casa nova !

Vejam meu novo email

Estou no time JBoss / Red Hat do Brasil com um super time, e para mim isso representa uma viagem que começou há mais de 12 anos, quando peguei o cd de incríveis 650 MB para instalar no meu Pentium (comprado com muito suor), o Sistema Operacional Red Hat Linux Marumbi da Conectiva. Depois comprava CDs na cheapbytes.com, tempos interessantes.

E foi em 1998 que começei a estudar e trabalhar com Java e Linux, tudo linha de comando, aquele programa gerenciador gráfico X, uau que fantástico, tinha o xeyes de entretenimento. E isso era um UNIX servidor rodando no meu Pentium. Opa, claro que tinha o windows NT server, que é acompanhado por alguns virus e falhas de segurança homéricas. E eu com meu linux, compilando meu próprio kernel, altos desafios para fazer o winmodem funcionar no linux. Isso após migrar serviços de FTP, SMTP, POP, etc de clientes que usavam novell para linux. Yeah !

Em 2000 em um projeto com EJB precisava testar o projeto, mas não tinham licença do weblogic 5 na época, então achei um tal de EJBoss com um logo de ET no site, que depois de muita configuração de xml funcionou na minha maquininha. Esse EJBoss (Coding the future) é bom mesmo.

E agora estou nesta companhia, fundada com os princípios de código livre e com tecnologias que uso há muito tempo (I am NOT the Mac guy).

O estado atual, a Red Hat é uma das empresas de TI no mundo que mais crescem, com 18% em 2008, 46% em 2009 e neste 1o trimestre cresceu mais do que no 1o trimestre de 2009.

Jim Whitehurst (Red Hat CEO) escreveu “Show me the money” onde diz que uma das maiores contribuições que a Red Hat fez é mostrar que é possível ganhar dinheiro com open source. Afinal de contas, todos temos contas para pagar.

Acredito que tenho um bom caminho a trilhar na Red Hat, com seus projetos e produtos líderes de mercado.

Tenho amigos com quem já trabalhei na Summa que estão na Red Hat como o Clebert Suconic, Edgar Silva, Bruno Rossetto e Rafael Benevides.

Falando em Summa, quero dizer o quanto particpar desta companhia foi gratificante para mim. Pude participar ativamente de trabalhos que hoje são projeção nacional e exemplos do uso de Java no mundo. Projetos como loterias (sistema de processamento de lotérico e financeiro), ADSL Brasil Telecom, DDA (Débito Direto Autorizado), entre outros.

Foram 8 anos onde trabalhei com um time de profissionais competentes e dedicados, onde fiz amigos e partilhei tantos bons momentos e happy hours :)

Digo muito obrigado por terem me aceitado a participar deste incrível time e acredito que consegui contribuir para alavancar não só novas oportunidades, mas também conquistar amigos.

3 Comentários

  1. Sem comentários não é? Mais que um grande amigo e profissional, um pai e um homem de família de grande valor que serve de exemplo para muitas pessoas, inclusive eu. Boa sorte meu amigo, mais sucesso ainda nessa nova jornada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *