Arrombamento e Roubo de Bicicleta

Há duas semanas comprei uma bicicleta para poder ir pedalando ao trabalho. Já escrevi sobre isso no passado, que inclusive é top no google results.

Comprei uma bicicleta nova, quadro pro-shock, grupo de cambio shimano altus/acera, 24 marchas. Uma bicicleta muito boa para meus propósitos, de pedalar 16 KM diários (ida/volta ao trabalho).

Mas essa vontade de ir pedalando ao trabalho, vai ter de esperar um pouco mais, pois minha casa foi arrombada nesta madrugada e levaram 2 bicicletas aro 26, minha e da minha esposa.

Fiquei acordado até as 2:30, assisti o 5o capítulo de “The Pacific”, e fui dormir, minha esposa ficou acordada até as 3:00, fazendo o que ela adora. As 3:30 ela me acordou dizendo que escutou barulhos de estalos de ferro, que poderia ser em nosso portão eletrônico da garagem (é um portão vertical). Meio sonolento levantei-me, então escutei um estampido mais forte de metal sendo forçado, corri até a sala onde estava tudo escuro e pela claridade da rua, percebi um vulto (FDP, para ser exato) DENTRO DE MINHA VARANDA. Neste momento senti uma raiva como dificilmente lembro de sentir antes. Se eu tivesse super-poderes iria transformar aquele indivíduo em vácuo.

Neste momento não tem plano B, tratei de trancar as portas, fui até o fundo, peguei meu facão de mato e outro punhal de cortar peixe, lembrei-me de quando era faixa-marrom de kung-fu e aos gritos de polícia, FDP, disque 190, fiquei na espera. A Eliane e as crianças ficaram no quarto.

Felizmente os deliquentes foram embora, fui até a frente de casa e percebi a ausência das duas bicicletas. Raiva total. Dali a pouco surge a polícia e diz para fazer um B.O. e fazem algumas perguntas e vão embora.

Ficou eu, desmoralizado total, impossibilitado de fazer nada, sem correr algum risco de vida.

Neste momento surge o sentimento de raiva, o que poderia ter sido feito para evitar, etc. Depois de um tempo, é o sentimento de tristeza, sobre um bem que nem terminei de pagar.

Felizmente minha família, a casa e o carro não foram tocados, mas o sentimento de raiva e desmoralização é terrível.

Pesquisei sobre roubo de bicicletas e verifiquei que no DF é alarmante a quantidade de casos deste crime.

Fica a recomendação, se você guarda sua linda bike, guarde-a bem, e tranque todos os portões com cadeados, fique espero ao chegar em casa.

Eu estava com um rascunho de um 2o posto sobre usar a bicicleta como meio de transporte, mas agora vou ter de esperar até conseguir ter outra bike e ter os desafios de ir trabalhar de bicicleta.

Obrigado por lerem até aqui e sensibilizado-se com este problema.

Vejam um vídeo que mostra um pouco do dia a dia com bicicletas na cidade de Utrecht, Holanda. Interessante, não ?

3 Comentários

  1. Realmente ser roubado é uma sensação muito ruim, pela qual já passei também algumas vezes. Ainda bem que estão todos bem, espero que voltem a pedalar em breve.

    Mesmo aqui na Holanda infelizmente isto é bastante comum, claro que sem a mesma descaração dos ladrões brasileiros, por exemplo, é extremamente raro alguma casa ser invadida, mas como aqui as bikes estão por todos os lugares, e geralmente ficam fora de casa por questão de espaço físico, roubos e vandalismo são bastante comuns, só em Amsterdam 100.000 bikes são roubadas por ano.

    Algumas informações interessantes sobre bikes na Holanda, escritas por um amigo, em português:

    http://www.ducsamsterdam.net/bicicletas-em-amsterdam-vandalismo-roubo-e-reciclagem-de-bikes/

    http://www.ducsamsterdam.net/fietsen-all-around/

    Abraço,

    Eduardo.

  2. Meu amigo,

    Sei como esta duro a nossa vida aqui no Guara, tive um problema de arrombamento no meu carro a um tempo atras. Se precisar, e so ligar.

    Um abraço,

    Marcelo Ancelmo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *